Projecto da Associação Viver a Ciência com o apoio da BEBÉ VIDA

Escrito April 1, 2012
Por Webmaster
Categoria Press Releases
Abril de 2012

BEBÉ VIDA contribui para Prémio de Investigação em Neurodesenvolvimento Infantil

A BEBÉ VIDA, banco 100% português de criopreservação de células estaminais do sangue e do tecido do cordão umbilical, vai contribuir para a criação de um Prémio de Investigação em Neurodesenvolvimento Infantil, da Associação Viver a Ciência (VAC).
 
A Associação Viver a Ciência encontra-se a angariar fundos para a criação do Prémio Científico Simbiontes, que este ano visa condecorar a investigação em Neurodesenvolvimento Infantil e a BEBÉ VIDA contribuirá com 1 euro por cada kit de colheita de sangue e de tecido do cordão umbilical para criopreservação de células estaminais, vendido durante o mês de Abril.
 
A verba doada pela BEBÉ VIDA irá juntar-se aos fundos angariados no leilão que a Associação VAC irá realizar no próximo dia 5 de Maio, pelas 17 horas, na BCT design store, no Príncipe Real, em Lisboa.
 
Nesta iniciativa, serão leiloadas obras de arte produzidas por crianças com algum tipo de perturbação no desenvolvimento neurológico que frequentam as instalações do CADIn, em Cascais, e peças e actividades doadas por personalidades como Joana Vasconcelos, Jorge Moita, Chakall, Pituxa Uva, Ângelo Encarnação, António Cristóvão, entre outros. O evento é apadrinhado por Joana Vasconcelos (artista plástica) e Jorge Moita (designer).
 
Na segunda edição do Prémio Simbiontes, os fundos obtidos com as licitações vão dar origem a um prémio que destacará um projeto na área da investigação do neurodesenvolvimento infantil. O projeto Simbiontes continua a apostar no enriquecimento mútuo entre diferentes sectores da sociedade, criando relações em torno da arte e ciência com o objetivo de angariar fundos para a investigação científica portuguesa. Entre Outubro de 2011 e Março de 2012, paleontólogos, biólogos, astrónomos e geógrafos orientaram crianças curiosas que foram cientistas por vários dias e produziram conteúdos artísticos a leiloar.
 
Sobre a Associação Viver a Ciência
A Associação Viver a Ciência (VAC) é uma organização não-governamental sem fins lucrativos, criada por um grupo de jovens investigadores no final de 2004. O seu principal objetivo é aproximar a ciência dos cidadãos contribuindo assim para a construção de uma sociedade cientificamente mais informada, capaz de apreciar e apoiar o desenvolvimento científico. A VAC promove regularmente a angariação de fundos para projetos de investigação em Portugal e desenvolve atividades e materiais de divulgação científica para vários públicos, desde crianças a políticos. Para mais informações, consulte http://viveraciencia.org ou www.facebook.com/viverciencia