Carlos Martins e Mónica Martins

Escrito December 12, 2013
Por Webmaster
Categoria Testemunhos

Carlos Martins e Mónica Martins

“Estamos bastante sensibilizados com este tema e com todas as potencialidades das células estaminais do sangue e do tecido do cordão umbilical, que são cada vez mais uma opção para o tratamento de diversas patologias. Fazer a criopreservação é para nós uma prioridade pois nunca sabemos, em termos de saúde, o que o futuro nos reserva. Por vezes, pensamos que a doença é uma mera estatística e que fazer a criopreservação do sangue do cordão umbilical ou ser dador de medula óssea não são prioridades, quando na realidade atos tão simples podem trazer um sorriso de esperança a tantas famílias."