Quer saber mais?

Criopreservar
em 3 passos

step-1
Abertura de Processo e Documentação

A abertura de processo inclui serviços administrativos de validação e controlo documental, montagem do Kit de Criopreservação, a verificação, programação do registador de temperaturas e seu ensaio, entre outros.
Nesta fase é explicado aos pais a documentação que deve ser preenchida e devolvida à BebéVida antes do nascimento do bebé.

A abertura de processo pressupõe o pagamento de um valor inicial.

step-3
No dia do parto

Na maternidade deverá entregar o Kit de Criopreservação à equipa de profissionais que assistir o parto.
Após a recolha, a equipa irá devolver-lhe o Kit de Criopreservação com os produtos biológicos devidamente acondicionados no seu interior, o qual deve manter à cabeceira da cama à temperatura ambiente. Neste momento deve contactar a transportadora , no máximo até 12 horas após o parto, para agendamento da recolha do seu Kit.

step-5
No laboratório BEBÉVIDA

Após receção das amostras em laboratório, damos início à análise, processamento e criopreservação. Até 2 dias úteis após a receção das amostras, será enviada por SMS informação sobre o sucesso da criopreservação. Sendo a criopreservação realizada com sucesso, irá receber a fatura
correspondente aos serviços efetuados.

Saber Mais

Pagamentos Faseados

Acreditamos que todos os papás têm o direito de proteger o futuro dos seus bebés.

Por isso, apresentamos diversas soluções de pagamentos para todas as famílias.

Descubra as soluções

Razões para escolher BEBÉVIDA

Laboratório 100% português

Único em Portugal e na União Europeia com Acreditação FACT

Processamento do Sangue através de processo automático AXP

Segurança e Solidez Financeira

Equipa altamente qualificada

Mais de 16 anos de Experiência

Sangue e Tecido do Cordão Umbilical:
Uma proteção que começa com o nascimento

Saber Mais

Porque deve guardar as células estaminais do seu bebé?

- Mais de 40 000 transplantes realizados
- Tratamento de mais de 80 doenças
- Colheita sem riscos para a mãe ou para o bebé
- Disponibilidade imediata das amostras
- Menor risco de complicações pós-transplante

Testemunhos

Ana Beatriz

Menina com paralisia cerebral

Drª Joanne Kurtzberg

Médica hemato-oncologista especialista em transplantação com sangue do cordão umbilical

A Ana Beatriz tinha apenas 17 meses quando lhe foi diagnosticada paralisia cerebral que a levou a viajar para a Universidade de Duke nos EUA.  Nesta Universidade realizou uma terapia experimental com as suas próprias células estaminais recolhidas no dia do parto.

Para os pais da Ana Beatriz, esta terapia foi determinante para uma melhoria ao nível da coordenação dos membros superiores, um maior controlo das costas e cabeça e uma melhoria significativa ao nível da comunicação.

“ Eu só espero que aqueles que continuam a descartar o sangue do cordão umbilical (SCU) se apercebam que o SCU é um “tesouro”.

“Eu concordo com a definição de “milagre” para descrever aquilo que está a acontecer com o uso do sangue do cordão umbilical. Quando vemos uma criança a levantar-se de uma cadeira de rodas e andar eu só consigo encontrar uma palavra – Milagre!”

Felizmente, há mais casos destes “Milagres”.

“Mas eu não sou responsável pelo milagre.”

Saber Mais