Cuca Roseta

Na reta final da gravidez, Cuca Roseta esteve ontem nos escritórios da Bebé Vida em Lisboa, onde recebeu um kit de criopreservação de células estaminais do sangue e do tecido do cordão umbilical, que a acompanhará no momento do parto.

A fadista já é mãe de um menino de 7 anos, o Lopo, e encontra-se agora a ultimar todos os preparativos para a chegada de mais um bebé à família. “Já falta muito pouco para conhecermos a Benedita. Estou ansiosa por esse momento e poder tê-la nos meus braços”, comenta Cuca.

De 35 semanas, a cantora revelou ainda que quando soube das possibilidades terapêuticas das células do sangue e do tecido do cordão umbilical, não hesitou na decisão de fazer a criopreservação. “Hoje em dia as possibilidades de utilização destas células são inúmeras, pelo que a ciência continua o seu caminho no sentido da investigação, estando prevista no futuro ainda uma maior abrangência da sua utilização e aplicabilidade”, comenta Cuca. “É um investimento na ciência e na saúde que esperamos nunca vir a necessitar de utilizar. Mas é um alívio saber que existe hoje esta possibilidade e que pode vir a ser útil no futuro”, acrescenta.

Antes de optar pelo Laboratório, Cuca Roseta, informou-se previamente relativamente a outras opções e acabou por escolher a Bebé Vida, um dos principais laboratórios de criopreservação em Portugal. “Essa escolha prende-se sobretudo com o serviço de qualidade e acompanhamento que sei que a Bebé Vida disponibiliza e ainda pelo facto de ser o único Laboratório de criopreservação considerado PME Líder por 6 anos consecutivos. Foi inclusivamente nomeado PME Excelência recentemente, reflexo e garantia da sua solidez e credibilidade financeira, fatores que considero imprescindíveis nesta situação, uma vez que estamos a falar de uma criopreservação por um período de 25 anos”.

Na casa de Cuca já está tudo em ordem para a chegada de Benedita. “Estou numa fase muito tranquila e tento estar o mais serena possível. Foi uma gravidez que correu muito bem e sem percalços. Agora, resta-nos esperar com calma e tranquilidade que o grande dia chegue”, conclui.

Cuca Roseta optou pelo serviço de criopreservação das células estaminais do sangue e do tecido do cordão umbilical a 25 anos, que inclui o Plano Proteção de Saúde, válido pelo mesmo período. Em caso de necessidade de utilização do sangue do cordão umbilical, a BEBÉ VIDA comparticipará com até 20 mil euros, os custos da terapia celular, de acordo com as doenças abrangidas pelo plano. O Plano Proteção de Saúde é válido para o bebé e familiares diretos (pai, mãe e irmãos) e disponibilizado imediatamente, sem burocracias.