Ensaios clínicos com Sangue e Tecido do Cordão Umbilical

Escrito October 23, 2017
Outubro 2017

Ensaios clínicos com Sangue e Tecido do Cordão Umbilical


 

Metade dos bancos familiares de sangue do cordão umbilical, para além do sangue do cordão, armazenam também tecido do cordão umbilical. O primeiro tecido do cordão foi processado e armazenado em 2015 e desde aí tem registado um crescimento significativo.
 
O sangue do cordão umbilical (SCU) é uma fonte privilegiada de células estaminais hematopoiéticas e o tecido do cordão umbilical (TCU) é particularmente rico em células estaminais mesenquimais presentes na geleia de Wharton que envolve os vasos sanguíneos do tecido do cordão.
 
O SCU é utilizado em transplantes hematopoiéticos para tratamento de doenças hemato-oncológicas mas ultimamente tem também sido utilizado para terapias celulares emergentes para tratar distúrbios cerebrais tal como a paralisia cerebral.
 
As células estaminais mesenquimais extraídas do tecido do cordão desempenham um papel importante nos processos inflamatórios e nas reações auto-imunes, o que as tornam muito atraentes para a recuperação de lesões musculares, ósseas, patologias cardíacas e ortopédicas.
 
Assim, os Bancos Familiares de Sangue do Cordão Umbilical encorajam os pais a criopreservarem o sangue e tecido do cordão umbilical para que se abram cada vez mais possibilidades no uso destas amostras em terapias celulares no futuro. Contudo, e a partir daqui, levantam-se as seguintes questões que urge dar resposta:
 
  1. Quantos ensaios clínicos estão a decorrer atualmente com uso das células estaminais em humanos?
  2. Que patologias estão a ser tratadas com células estaminais?
  3. Como é que as famílias que decidiram criopreservar as amostras em bancos familiares podem recorrer às terapias celulares apelidadas de emergentes?

A fundação “Parent´s Guide to Cord Blood lançou duas páginas web onde os Pais poderão consultar os ensaios clínicos que estão a recrutar pacientes para tratamento de diversas patologias utilizando sangue e tecido do cordão umbilical.
 
Do quadro 1, podemos concluir que existem 114 ensaios clínicos a decorrer utilizando sangue do cordão umbilical e 49 ensaios clínicos com uso das células do tecido do cordão. Estes dados reportam-se a Março de 2017, em relação ao sangue do cordão, e a Setembro de 2017 em relação ao tecido do cordão.
 
 
 
Entre os 114 ensaios clínicos a decorrer com sangue do cordão, 54 são no âmbito da transplantação hematopoiética e 60 no âmbito de terapias celulares avançadas, onde 49 dos quais com tecido do cordão.
 
Se restringirmos a nossa análise comparativa ao recrutamento de pacientes para terapias celulares avançadas com sangue e tecido do cordão obtemos o gráfico abaixo:
 
 


Os 3 principais grupos de terapias celulares avançadas são:
 
O primeiro grande grupo é constituído por 19 ensaios clínicos com sangue do cordão umbilical para tratamentos de doenças hematológicas enquadrados como terapias celulares avançadas por utilizarem células expandidas ou por utilizarem alguma forma de imunoterapia.
 
O segundo grupo é constituído por 18 ensaios clínicos com sangue do cordão umbilical e 1 com tecido do cordão que atualmente estão a recrutar pacientes para tratamento de doenças do foro neurológico, incluindo patologia contraídas no parto, doenças degenerativas associadas a idade avançada e por último a enfartes.
 
O terceiro grupo constituído por 10 ensaios clínicos que utilizam células estaminais mesenquimais obtidas a partir do tecido do cordão umbilical para tratar doenças auto-imunes, incluindo Esclerose Lateral Amiotrófica (ALS), Lupus, Esclerose Múltipla e Artrite Reumatoide.
 
Para os 114 ensaios clínicos com sangue do cordão, estão a recrutar em cerca de 138 diferentes países e dos 49 ensaios com tecido do cordão recrutam em mais de 49 países. Há muitos ensaios clínicos com sangue do cordão nos E.U.A. e na Europa Ocidental, especialmente para tratamento de patologias hematológicas e oncológicas. O resto dos ensaios clínicos com sangue do cordão umbilical localizam-se na China.

 
 
 
  
A permanente oferta de novos ensaios clínicos no âmbito das terapias avançadas utilizando células estaminais do cordão é pois uma notícia bastante optimista tanto para as famílias como para os profissionais de saúde.
 
 
Fontes:
Cord Blood Industry Report 2015; accessed from http://cordbloodindustryreport.org Couto PS, Verter F. Survey of How Cord Blood Banks Process Cord Tissue Transfusion. Poster Abstract 2016 International Cord Blood Symposium. Transfusion 2016; 56(6):A3-A4 Broxmeyer HE, Douglas GW, Hangoc G, Cooper S, Bard J, English D, Arny M, Thomas L, Boyse EA. Human umbilical cord blood as a potential source of transplantable hematopoietic stem/progenitor cells. Proc. Natl. Acad. Sci. U.S.A. 1989; 86(10):3828–32 Sarugaser R, Lickorish D, Baksh D, Hosseini MM, Davies JE. Human Umbilical Cord Perivascular (HUCPV) Cells: A Source of Mesenchymal Progenitors. Stem Cells. 2005; 23(2), 220–229 Secco M, Zucconi E, Vieira, Fogaca LLQ, Cerqueira A, Carvalho MDF, Jazedje T, Okamoto OK, Muotri AR, Zatz M. Multipotent stem cells from umbilical cord: cord is richer than blood! Stem Cells. 2008; 26(1):146–50 Schugar RC, Chirieleison SM, Wescoe KE, Schmidt BT, Askew Y, Nance JJ, Evron JM, Peault B, Deasy BM. High Harvest Yield, High Expansion, and Phenotype Stability of CD146 Mesenchymal Stromal Cells from Whole Primitive Human Umbilical Cord Tissue. J. Biomedicine Biotechnology. 2009; 2009:1–11 Ballen KK, Verter F, Kurtzberg J. Umbilical cord blood donation: public or private? Bone Marrow Transplantation. 2015; 50(10):1271–1278 Sun J. Emerging use of cord blood in regenerative medicine. Cell Gene Therapy Insights 2017; 3(7):573-581 Aggarwal S, Pittenger MF. Human mesenchymal stem cells modulate allogeneic immune cell responses. Blood. 2005;  105(4):1815-22  Singer NG, Caplan AI. Mesenchymal stem cells: mechanisms of inflammation. Annual Review Pathology. 2011; 6:457-78. Bersenev A, Couto, PS, Verter F. Cell Therapy Clinical Trials for AutoImmune Diagnoses 2011-2015. 2016; Parent's Guide to Cord Blood Foundation newsletter April 2016 Sanina C, Hare JM. Mesenchymal Stem Cells as a Biological Drug for Heart Disease. Circulation Research. 2015; 117:229-233 Singh A, Singh A, Sen D. Mesenchymal stem cells in cardiac regeneration: a detailed progress report of the last 6 years (2010–2015). Stem Cell Research & Therapy 2016; 7:82 Centeno CJ, Al-Sayegh H, Freeman MD, Smith J, Murrell WD, Bubnov R. A multi-center analysis of adverse events among two thousand, three hundred and seventy two adult patients undergoing adult autologous stem cell therapy for orthopaedic conditions. International Orthopaedics 2016; 40(8):1755-1765 CellTrials.org Definitions 2017; accessed from https://celltrials.org/definitions To learn more about cord blood banking, visit Parent's Guide to Cord Blood Foundation at https://parentsguidecordblood.org/en/news/recruiting-clinical-trials-cord-blood-or-umbilical-cord-tissue