Células estaminais uma opção terapêutica eficaz no cancro pediátrico